facebook-hoover twitter-hoover behanse-hoover ukbettips-hoover
Betting tipsPronosticos apuestasPonturi pariuriPronostici scommesseWetten tippsAposta e Ganha

COPA DO MUNDO FIFA 2014: INGLATERRA

Mesmo terminando invicta e na liderança do grupo, a campanha de classificação da Inglaterra para a Copa do Mundo de 2014 não foi nada fácil.
Stevengerrard
England captain Steven Gerrard

Foi só quando o capitão Steven Gerrard fuzilou para o gol, vencendo a defesa polonesa a dois minutos do fim do jogo, selando uma vitória de 2 a 0 na partida final do Grupo H nas Eliminatórias Europeias diante de um Wembley rouco que a passagem inglesa para o Brasil foi assegurada.

Até um surto final impressionante, a campanha inglesa era consistente, mas não o suficiente para satisfazer o técnico Roy Hodgson.

Nos primeiros jogos das eliminatórias, a Inglaterra venceu os pequenos Moldávia e San Marino antes de empatar com os adversários mais suntuosos do grupo - Polônia, Montenegro e os maiores rivais na briga pelo topo, Ucrânia.

A vitória mais enfática veio em março, quando Hodgson comandou o mais triunfo da sua seleção desde Outubro de 1987. San Marino foi despachado por oito gols a 0 em Serravalle. O golaço de longa distância de Ashley Young foi o maior bonito de todos. Daniel Sturridge marcou pela primeira vez com a camisa dos Three Lions.

Um empate murcho e sem gols em setembro em Kiev foi a segunda vez que a Ucrânia freou a Inglaterra, e significou que os homens de Hodgson entravam na última rodada das eliminatórias - partidas em casa contra Montenegro e Polônia - sabendo que duas vitórias garantiriam a viagem para o Brasil.

Depois de muitas críticas por conta da tática excessivamente defensiva adotada, Hodgson decidiu nomear uma escalação bastante ofensiva contra Montenegro e foi recompensado por uma atuação inspirada por parte do debutante Andros Townsend.

O ponta do Tottenham atormentou a defesa montenegrina a noite toda. Depois de Dejan Damjanovic descontar seguindo o gol de Wayne Rooney, que abriu o placar, e o contra de Branko Boskovic, Townsend anotou uma belezura e deixou Sturridge na boa para fechar o 4 a 1 em cobrança de pênalti.

Quatro dias depois, Rooney inaugurou o marcador pela quinta cvez nas eliinatórias e a Inglaterra sobreviveu a uma atuação muito apagada do atacante polonês Robert Lewandowski antes de Gerrard garantir o duro 2 a 0.

Apesar da presença do drama de último segundo, a Inglaterra simplesmente alcançou o que normalmente consegue.

Os Three Lions estarão na sua 14ª Copa do Mundo. Nas últimas oito edições do torneio, a seleção só não esteve presente nos Estados Unidos, em 1994.

A classificação para a edição de 2010, sob o comando de Fabio Capello, foi um caso muito mais enfático, com nove vitórias em dez partidas, mas as atuações inglesas na África do Sul não refletiram em nada o que se viu antes; precisou de uma vitória suada por 1 a 0 sobre a Eslovênia para passar da fase de grupos e depois foi atropelada pela Alemanha por 4 a 1 nas oitavas-de-final.

As dificuldades inglesas na competição estiveram bem representadas por um Wayne Rooney totalmente fora de si, mas as atuações do atacante do Manchester United nas eliminatórias para o Brasil 2014 provaram que ele se mantem como um dos melhores do mundo quando está concentrado.

Sete gols em seis partidas fizeram dele o artilheiro inglês, desbancando o companheiro de clube, Danny Welbeck e o meia veterano Frank Lampard, ambos com quatro gols. O ressurgimento de Daniel Sturridge, do Liverpool, hoje como um dos maiores artilheiro da Premier League, deixou uma boa expectativa sobre o tipo de parceria de sucesso que os dois podem vir a formar.

Lampard e Gerrard seguem como figuras centrais no meio-campo inglês, mas uma geração mais jovem, liderada por Jack Wilshere e Alex Oxlade-Chamberlain, do Arsenal, Tom Cleverley, do Manchester United, e Ross Barkley, do Everton, começa a tomar as rédeas, o que demonstra o difícil processo de peneira pelo qual Hodgson terá de passar, tendo utilizado 32 jogadores ao todo durante as eliminatórias.

Moustache webdesign